Com um a menos, Tricolor sofre virada: 2×1

Paulo Sérgio foi expulso e deu lugar ao jovem Luiz Fernando Foto: Rafael Nunes/CFC

Paulo Sérgio foi expulso e deu lugar ao jovem Luiz Fernando
Foto: Rafael Nunes/CFC

O Camboriú Futebol Clube voltou a campo depois de um ano e três meses para uma partida oficial. Na abertura da Série B do Catarinense, em um estádio Renato Silveira com os portões fechados, em Palhoça, Tricolor e Guarani fizeram um jogo duro. A Cambura saiu na frente, com Cadu, mas teve o goleiro Paulo Sérgio expulso ainda no primeiro tempo e viu o adversário virar a partida.

O Tricolor estreia em casa na Série B no domingo, dia 27, quando recebe o Hercílio Luz. Por uma determinação do ministério público, que puniu todas as dez equipes da Segundona, a partida também terá portões fechados.

O jogo

Mal o jogo teve início em Palhoça e logo coube à Cambura marcar o primeiro gol da Série B. Aos dois minutos, Serginho Catarinense cobrou falta na área e Cadu, de cabeça, empurrou para as redes. Aos seis, um susto. Falta na área e pênalti para o Guarani. Paulo Sérgio pulou no canto esquerdo e segurou firme, mantendo o Tricolor à frente no placar.

O Camboriú teve a chance de ampliar em grande jogada de Alex Junio, que só parou em uma boa defesa do goleiro adversário. Do outro lado, Paulo Sérgio fez mas três grandes defesas até o lance capital do jogo. Aos 31 minutos, quando se dirigia para cobrar uma falta perto de sua área, o goleiro tricolor foi surpreendido pelo árbitro Leandro Messina Perrone que, sem sequer advertí-lo, mostrou um cartão amarelo por retardar o jogo. O detalhe é que o árbitro não havia conversado com o goleiro uma vez sequer na partida.

O cartão amarelo em uma situação “curiosa” tomou grandes proporções no lance seguinte. Paulo Sérgio saiu da área para cortar um contra-ataque e fez falta no atacante do Guarani, recebendo o segundo cartão amarelo e sendo expulso da partida. Coube ao garoto Luiz Fernando, de 17 anos, assumir o posto no gol da Cambura. O atacante Cadu saiu para dar lugar ao camisa 12.

A partir daí, os donos da casa pressionaram em busca do empate. Aos 44, ele veio com Diogo, que aproveitou rebote após boa defesa de Luiz Fernando. O Guarani virou o jogo aos 5 minutos do segundo tempo, com Gustavo.

No restante da partida, o Tricolor ensaiou uma reação, mas encontrou dificuldades devido à falta de um atleta em campo. No último lance, Serginho Catarinense ainda cobrou escanteio na área, mas a zaga conseguiu afastar. Fim de partida: Guarani 2, Camboriú 1.

Camboriú: Paulo Sérgio, Régis, Cleyton Meireles, Elizeu, Rodolfo Testoni; Jessé (Tássio), Serginho Catarinense, Kiko (Matheus Guerreiro); Jean, Alex Junio e Cadu (Luiz Fernando).

Anúncios

Sobre camboriufc

Clube de futebol profissional de Santa Catarina.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.