Camboriú sofre gol ilegal no fim e perde em casa

Novamente, arbitragem foi o destaque negativo. Foto: Lucas Coppi/CFC

Novamente, arbitragem foi o destaque negativo. Foto: Lucas Coppi/CFC

A história se repetiu. O Camboriú FC recebeu o Criciúma neste sábado, dia 9, no Robertão, na partida que abriu o returno do Campeonato Catarinense, e mais uma vez precisou lutar não só contra o time adversário. Jogando no Robertão, o Tricolor viu o trio de arbitragem, comandado por Edmundo Alves do Nascimento, errar nos lances capitais e prejudicar a Cambura, que saiu de campo derrotada por 2×1.

Com o resultado, o Camboriú segue com sete pontos no estadual. O próximo desafio do Tricolor será no domingo, dia 17, quando a equipe visita o Juventus, às 16 horas, no estádio João Marcatto em Jaraguá do Sul.

O jogo

O primeiro tempo foi truncado e com poucas chances de gol. As duas equipes esbarraram no gramado pesado, um pouco prejudicado pela chuva, e pouco assustaram as defesas adversárias. Nas poucas vezes em que foi exigido, o goleiro Gabriel fez defesas seguras. A melhor chance do Tricolor na primeira etapa veio aos 26 minutos, quando Gilson alçou bola na área e por pouco não enganou o goleiro. No entanto, o placar não foi modificado nos primeiros 45 minutos.

A partida melhorou consideravelmente na etapa final. Já no primeiro minuto, Gilson tentou chute cruzado e quase abriu o placar. Aos 12 minutos, Sharlei saiu para dar lugar ao estreante Monga, que retornou ao clube após sete anos. Logo depois, Jessé deu lugar a Edinho.

As mudanças surtiram efeito e o Camboriú passou a dominar o jogo e criar muitas chances de gol. O Criciúma também assustava e a partida acabou ficando aberta. Neste momento, então, o destaque começou a ser quem não deveria: a arbitragem. O trio do apito começou a inverter faltas e parar ataques do Tricolor com impedimentos inexistentes. Mesmo assim, o Tricolor chegava com perigo e Geninho, em duas oportunidades, quase marcou.

Mas foi o Criciúma quem abriu o placar, aos 41 minutos. Em jogada de André Gava, que dominou a bola com a mão no início do lance, Gilson abriu o placar para os visitantes. No lance seguinte, porém, a bola foi lançada na área e Monga, oportunista, empatou a partida para a festa da torcida presente no Robertão.

Mal o jogo foi reiniciado, no entanto, e os visitantes passaram novamente à frente. Em cruzamento na área, Everton Páscoa, em posição de impedimento, fez o segundo do Criciúma. Ainda deu tempo para Edmundo do Nascimento expulsar Roberto Cunha e Carlão, os dois zagueiros do Camboriú. Contra tudo e todos, fim de jogo. Camboriú 1, Criciúma 2.

Camboriú: Gabriel, Jessé (Edinho), Roberto Cunha, Carlão, Gilson; Gesiel, Neris, Ramon (Diego Jardel), Geninho; Anderson e Sharlei (Monga). Téc.: Claudemir Sturion.

Anúncios

Sobre camboriufc

Clube de futebol profissional de Santa Catarina.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.